Petróleo fecha sem direção única com rumores de corte de produção pela Opep

Petróleo fecha sem direção única com rumores de corte de produção pela Opep
O contrato do WTI para janeiro fechou em alta de 1,13% a US$ 77,24 o barril, e o contrato do Brent para o mesmo mês fechou em queda de 0,52% a US$ 83,19 o barril Os contratos futuros de petróleo fecharam em sem direção única nesta segunda-feira (28), com o contrato do petróleo WTI - referência americana - de janeiro fechando em alta de 1,13% a US$ 77,24, depois de atingir a mínima intradiária de US$ 73,61, a menor cotação desde dezembro de 2021. Já o contrato do Brent - referência mundial - para o mesmo mês fechou em queda de 0,52% a US$ 83,19, depois de recuar até US$ 80,61 durante o pregão, seu menor registro desde janeiro deste ano.

Os preços que já vinham enfraquecidos durante o feriado de Ação de Graças devido aos baixos volumes e preocupações com queda na demanda com os lockdown na China sofreram mais um forte impacto vindo do país asiático. Durante a abertura do pregão, os preços sofreram forte impacto negativo dos conflitos registrados no fim de semana na China com as manifestações contra as medidas de restrições da covid zero, implementadas pelo governo chinês para tentar combater o aumento dos casos no país. A fuga dos investidores fez com que os preços recuarem para seus menores níveis em cerca de um ano.

A recuperação veio depois que começaram a circular no mercado rumores de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, a Opep+, poderá implementar um corte na produção em sua próxima reunião a ser realizada nesta semana. A informação deu ânimo aos investidores e fez com que o WTI terminasse em alta e reduzisse as perdas do Brent.

Para Peter Cardillo, da Spartan, a recuperação foi um fator técnico depois que os preços caírem para níveis críticos de suporte mas teve ajuda dos rumores de corte de produção na Opep+, que se reúne no próximo domingo, dia 4. Colin Cieszynski, estrategista-chefe da SIA Wealth Management lembra que o corte anterior de 2 milhões de barris diários foi feito pela Opep+ também quando os preços do WTI caíram para um nível em torno de US$ 75.

Divulgação