Estado

Compra nebulosa de hospital pela Prefeitura de Maceió segue despertando questionamentos e investigações

Por Redação em 07/12/2023 às 10:16:39

Itawi Albuquerque e Jonathan Lins/Secom Maceió

Matéria publicada pelo site Metrópoles nesta quinta-feira (7), questiona a compra do Hospital do Coração pela Prefeitura de Maceió. No prédio, adquirido em setembro por R$ 226 milhões com dinheiro de indenização da Braskem, será inaugurado o Hospital da Cidade.

A matéria destaca que o hospital ainda está em obras, com andares sem piso e equipamentos médicos, por exemplo.

Atualmente, existem apenas 93 leitos em condições de funcionamento, número distante dos 220 leitos prometidos pelo prefeito JHC (PL).

A quantia milionária utilizada para comprar o hospital vem de um acordo com a Braskem, que resultou em uma indenização de R$ 1.7 bilhão.

A empresa é responsável pela destruição de bairros inteiros na capital alagoana, por causa da mineração que ocasionou o afundamento do solo desses locais.

Órgãos públicos investigam a compra do hospital, que ocorreu de forma muito rápida e sem maiores esclarecimentos. Moradores das áreas afetadas pela Braskem também questionam o negócio.



Comunicar erro
Estado 02

Comentários