Estado

Senado se prepara para sabatinas de Dino e Gonet

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal realizou, nesta quarta-feira, 6, a leitura dos relatórios das indicações de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal (STF) e de Paulo Gonet para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Por Redação em 07/12/2023 às 08:57:03

Foto: Reprodução internet

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal realizou, nesta quarta-feira, 6, a leitura dos relatórios das indicações de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal (STF) e de Paulo Gonet para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). Ambos relatórios foram favoráveis aos indicados, que serão sabatinados no dia 13 de dezembro. O relator da indicação de Dino, senador Weverton Rocha (PDT), destacou o currículo do atual ministro da Justiça e Segurança Pública e fez elogios à sua escolha para o cargo: “Trata-se de uma figura reconhecida e admirada no mundo jurídico e político. Ex-professor de duas universidades federais, UFMA e UNB, mestre em direito, ex-juiz, senador da República, ministro de Estado, ex-governador e ex-deputado federal, alguém que teve experiências exitosas no exercício de funções dos três poderes da República”. O senador Jaques Wagner (PT), relator da indicação de Gonet para a PGR, declarou que o subprocurador tem “afinidade intelectual e moral” para ocupar o cargo indicado pelo presidente da República.

O presidente da CCJ do Senado, Davi Alcolumbre (União Brasil) fará as sabatinas dos dois indicados de forma conjunta na próxima quarta-feira, 13. Para serem aprovados, Dino e Gonet necessitam de ao menos 14 votos na CCJ e de 41 no plenário. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), já sinalizou que pode realizar a votação em plenário no mesmo dia da sabatina.

*Com informações do repórter Bruno Pinheiro

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Estado 02

Coment√°rios