Detran AL

Ricardo Nunes tenta convencer Aneel a cancelar concessão da Enel em SP devido a falhas

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou nesta segunda-feira, 20, que mostrou a autoridades da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) uma série de vídeos de reclamações da população sobre a falta de energia elétrica.

Por Redação em 21/11/2023 às 10:51:13

Foto: Reprodução internet

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou nesta segunda-feira, 20, que mostrou a autoridades da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) uma série de vídeos de reclamações da população sobre a falta de energia elétrica. O mandatário espera que os registros ajudem a Aneel, responsável pela concessão da Enel São Paulo, a encerrar o contrato com a distribuidora de energia, conforme pedido feito por Nunes. “Eu pedi que eles pudessem fazer uma ação para tirar essa empresa daqui de São Paulo, e mostrei os vídeos. O problema não é só do dia 3 de novembro, com aquele grande problema das rajadas de vento com mais de 100 km/h, já era muito anterior”, afirmou o prefeito. O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), deputado André do Prado (PL), declarou que a expectativa é de que a CPI da Enel, aberta no Legislativo estadual, seja finalizada em 15 dias. Para o parlamentar, o relatório com o resultado da comissão deve ajudar a Aneel a tomar uma atitude sobre a concessionária: “No relatório final será constatado tudo. Foi um trabalho minucioso feito pelos integrantes da CPI presidida pelo deputado Thiago Auricchio. Vão fazer um relatório à altura da necessidade da nossa população”.

Nunes e André do Prado participaram juntos de um evento na Assembleia de Deus Brás, no Centro de São Paulo. Sem citar o nome de adversários na pré-campanha eleitoral do ano que vem, Nunes disse que gostaria de continuar trabalhando pela capital paulista em 2025 e disse que é necessário “ordem e progresso” na cidade: “As pessoas não querem uma cidade com alguém que desrespeite as leis e incita a quebra da paz (…) Não é com invasão e greves ilegais que a gente vai ter uma cidade crescendo e harmoniosa para o bem das pessoas”. Esta é a segunda vez em menos de uma semana que o prefeito participa de eventos ligados ao público evangélico.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Alagoas 02

Coment√°rios