Estado

Polícia Científica de Alagoas irá fortalecer programa de Qualidade de Vida no Trabalho

Projeto é focado na promoção do bem-estar físico, social e emocional dos servidores do órgão

Por Aarão José - Ascom Polícia Científica em 01/11/2023 às 21:11:06

Comissão busca projetos que tornem mais humanizadas as atividades laborais dos servidores

Uma reunião realizada nesta quarta-feira (1), na sede da Polícia Científica de Alagoas, discutiu a ampliação de projetos voltados para a qualidade de vida dos integrantes do órgão. A ideia é garantir recursos públicos para ações que focadas na promoção do bem-estar físico, social e emocional dos servidores.

O encontro envolveu o perito-geral Manoel Melo Filho; o chefe e a assessora do Núcleo de Qualidade de Vida da SSP, Emerson Moura e Ana Clara; o chefe especial do Instituto de Criminalística, Wellington Melo; e o presidente da Comissão de Qualidade de Vida da Polcal, perito criminal Miguel Frederico.

Emerson Moura explicou que nos últimos anos, houve um agravamento dos quadros de ansiedade e depressão na população, sobretudo no pós-pandemia de covid-19. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já havia alertado, dois anos antes do isolamento social provocado pelo coronavírus, que a depressão seria uma das principais causas de absenteísmo no trabalho.

Ele destacou que esse alerta também acendeu entre os integrantes da segurança pública, que não pararam durante a pandemia, e que já lidam diariamente com o estresse emocional e o desgaste físico da profissão. Procurar alternativas tem sido um desafio diário das comissões de qualidade de vida das forças de segurança.

"O Núcleo de Qualidade de Vida tem trabalho em parceria com as comissões dos órgãos que compõem a estrutura da SSP para o desenvolvimento de projetos que busquem tornar as atividades laborais dos servidores mais humanizadas, assegurando a eles um bem-estar físico e emocional no trabalho", afirma Emerson Moura.

Uma das alternativas apresentadas na reunião foi o financiamento de projetos através do Fundo de Segurança Pública nas esferas federal e estadual, considerando que em ambas existem verbas que podem ser utilizadas pelos órgãos de segurança em projetos que contemplem a qualidade de vida dos servidores.

"A busca pela promoção do bem-estar dos servidores é uma luta contínua. Desenvolver projetos na área de qualidade de vida é garantir ao servidor público um ambiente mais saudável e favorável para desenvolvimento das atividades funcionais. Por isso, iremos investir em ações que possam trazer motivação, aprendizado, e outras atividades que resultem no bem-estar de todos que compõem a Polícia Científica", afirmou o perito-geral Manoel Melo.

O presidente da Comissão de Qualidade de Vida da Polcal, perito criminal Miguel Frederico, irá reunir ainda o restante da comissão para debater quais projetos serão implantados a curto, médio e longo prazos. Ele pretende ouvir também os próprios servidores para a construção de novas propostas que resultem em um ambiente favorável e mais saudável para todos, aumentando a produtividade e os resultados na prestação de serviços à população.

Comunicar erro
Estado 02

Comentários