Vice-líder do governo na Câmara quer explicação de Moraes sobre censura nas redes sociais

Por Redação em 24/11/2022 às 14:59:33

Vice-líder do governo na Câmara, o deputado federal Sanderson (PL-RS) quer esclarecimentos do ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sobre a censura de parlamentares nas redes sociais. O deputado protocolou, junto à Comissão de Segurança Pública da Casa, um requerimento para que o ministro seja convidado a esclarecer o que motivou a suspensão de perfis de membros do colegiado. “Enquanto parlamentares, não podemos permitir silentes que a liberdade de expressão de nossos pares em suas redes sociais seja tolhida sem qualquer tipo de motivação hábil”, defendeu Sanderson no texto. O vice-líder do governo destacou que três membros da comissão tiveram seus redes sociais censuradas a pedido de Moraes: Coronel Tadeu (PL), José Medeiros (PL) e Major Vitor Hugo (PL). “Ministro do TSE, que deveria garantir e preservar o direito de expressão, liberdade e direito de fala, é quem está fazendo o tolhimento de três deputados”, afirmou Sanderson, em vídeo encaminhado à reportagem. A expectativa é que o requerimento seja apreciado na próxima semana pela Comissão de Segurança Pública. Como a Jovem Pan mostrou, Coronel Tadeu e Major Vitor Hugo tiveram suas contas no Twitter suspensas em 6 de novembro. Na ocasião, a rede social não forneceu detalhes sobre a suspensão, mas exibia a seguinte mensagem para quem acessava os dois perfis: “A conta foi retida no Brasil em resposta a uma exigência legal”. Além deles, a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) também teve suas contas suspensas na mesma semana, assim como o vereador Nikolas Ferreira (PL-MG). Até a publicação desta reportagem, as contas dos parlamentares citados permanecem suspensas no Twitter.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro

ComentĂĄrios