13/06/2021 (82) 98122-3473

Brasil

Pai de Henry Borel homenageia filho com tatuagem no braço

Por Redação 07/05/2021 às 17:28:42

O engenheiro Leniel Borel, pai de Henry, de 4 anos, que foi morto em março de 2021, fez uma homenagem ao filho com uma tatuagem com o rosto do garoto. Em seu perfil no Instagram, Leniel publicou fotos e vídeos da tatuagem e adisse que Henry estará “para sempre eternizado no meu coração”. A tatuagem foi feita pelo tatuador Gustavo Gomes, que publicou imagens da homenagem nas redes sociais e mostrou apoio ao pai de Henry. “Você não está sozinho… Como pai, como ser humano, eu fiquei muito mexido com a história do Henry. Não consigo imaginar a dor que o Leniel está sentindo. Por isso, queria ajudar de alguma forma, acho que ajudei eternizando o rostinho dele no braço do Leniel. Ele vai poder olhar todo dia, toda hora, todo instante, para o anjinho dele”, afirmou o tatuador.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gustavo Gomes (@gustavo.tattoo)

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou por tortura qualificada e homicídio triplamente qualificado nesta quinta-feira, 6, o vereador Jairo Souza Santos (Dr. Jairinho) e a professora Monique Medeiros, padrasto e mãe do menino Henry Borel, morto na Barra da Tijuca no último dia 8 de março. No documento, emitido pelo promotor Marcos Kac, o MPRJ apontou que Jairinho decidiu ceifar a vida da criança por acreditar que ele atrapalhava na relação com Monique e o fez por meio cruel. O promotor afirmou, ainda, que Monique se omitiu da responsabilidade sobre Henry “concorrendo eficazmente para a consumação do crime de homicídio do seu filho”, e que cometeu falsidade ideológica ao dar um falso testemunho sobre o que causou a morte dele

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Comentários