14/04/2021 (82) 98122-3473

Manchetes

Alagoas

Polícia suspeita que professor de dança foi vítima de crime passional

Família confirmou que a vítima era homossexual

Por Redação 06/04/2021 às 10:19:01

Cadáver da vítima foi encontrado enterrado no quintal da casa onde morava

A Polícia Civil (PC) em Penedo, Litoral Sul de Alagoas, ainda não identificou os matadores do professor de dança Almir Correia da Silva, o "Kaddy".

O cadáver da vítima, que segundo versão da família, era homossexual, foi encontrado na manhã da sexta-feira (2), enterrado no quintal da casa onde morava, no Conjunto Mata Atlântica.

Conforme o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, para onde o cadáver foi encaminhado, "Kaddy" foi golpeado na cabeça, o que teria provocado a sua morte. Com a chegada da polícia ao local do achado, foi descoberta uma enxada, com vestígios de sangue, se suspeitando que teria sido a arma do crime.

Populares confirmaram que viram a vítima na quinta-feira (1º) bebendo com três homens, o que leva os policiais a suspeitarem de crime passional.

Comunicar erro
Comentários