Polícia investiga morte de adolescente agredido em escola de São Paulo

Está sendo investigada a causa da morte do estudante Carlos Teixeira, de 13 anos, ocorrida uma semana depois que dois colegas pularam sobre as costas dele, dentro de uma escola estadual em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Está sendo investigada a causa da morte do estudante Carlos Teixeira, de 13 anos, ocorrida uma semana depois que dois colegas pularam sobre as costas dele, dentro de uma escola estadual em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

O adolescente estava internado na Santa Casa de Santos, por causa das agressões; mas morreu na última terça-feira (16), depois de sofrer três paradas cardiorrespiratórias.

Um vídeo nas redes sociais mostra um dos episódios em que o garoto foi vítima dentro da escola.

Em nota, a Secretaria da Educação paulista informou que lamenta o falecimento do estudante; e que repudia toda e qualquer forma de agressão e violência dentro ou fora das escolas. E acrescenta que acionou o Conselho Tutelar e os responsáveis do aluno depois da agressão.

A prefeitura de Praia Grande também informou que lamenta o caso, e que pediu à Secretaria de Estado uma apuração completa dos fatos, já que a escola é estadual.

Já a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que o caso está sendo investigado como morte suspeita, e que o corpo de Carlos passará por necropsia, procedimento médico que examina a causa da morte.

Geral São Paulo 19/04/2024 - 17:49 Sâmia Mendes / Liliane Farias Leandro Martins - repórter da Rádio Nacional Violência São Paulo sexta-feira, 19 Abril, 2024 - 17:49 76:00