Maioria dos casos de dengue em Alagoas é registrada em pessoas entre 20 e 39 anos

Victor Vercant/Secom Maceió

Victor Vercant/Secom Maceió

O último boletim da dengue divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde de Alagoas (Sesau-AL) revela que a maioria dos casos prov√°veis da doença no estado é registrada em pessoas entre 20 e 39 anos. Os dados, que foram contabilizados até o dia 15 de abril, ainda mostram que as mulheres continuam sendo as mais atingidas pela arbovirose — representando cerca de 53,4% dos casos.

Até a última segunda-feira (15), Alagoas havia contabilizado 4.219 casos prov√°veis de dengue. Desses, 1.797 foram acometidos em pessoas de 20 a 39 anos. A faixa et√°ria com o menor número de casos prov√°veis da doença é de pessoas com mais de 80 anos (23 casos).

O informe semanal da dengue também mostra que entre os 1.797 casos prov√°veis de dengue notificados entre pessoas de 20 e 39 anos, 831 foram registrados como homens e 966 como mulheres.

Com relação ao número de mortes pela doença, até o momento duas foram confirmadas em todo o estado. Outros quatro óbitos estão sob investigação.

  • A primeira morte pela doença em 2024 foi confirmada no último dia 26, em Atalaia. A vítima foi identificada como João Leonardo Isidoro de Almeida Lau, de 19 anos, que era atleta profissional de futebol;
  • J√° a segunda morte foi confirmada no dia 9 de abril. A vítima, que não teve a identidade, era moradora do município de Viçosa, na Zona da Mata alagoana;
  • Os óbitos em investigação foram notificados em Porto de Pedras (1), Teotônio Vilela (1), Boca da Mata (1) e Barra de Santo Antônio (1).

(Crédito: Victor Vercant/SMS)

Mais de 5,6 mil casos de dengue j√° foram notificados em 2024

O informe semanal da dengue em Alagoas, divulgado pela Sesau nesta terça-feira (16), trouxe que 5.631 casos da doença foram notificados em Alagoas até o último dia 13 de abril. Desses casos contabilizados, 3.069 j√° foram confirmados e o restante ainda aguarda resultado de an√°lise.

Os dados ainda mostram que se comparado com o mesmo período no ano passado, houve um aumento de cerca de 175% no número de casos de dengue notificados em Alagoas. J√° no comparativo com o número de casos confirmados em 2023 (1.245), houve um aumento de 145% no mesmo período em 2024