Estado

Identificado condutor da moto que morreu junto com Guarda Municipal na AL-220 em Olho d"Água do Casado

Manoel Joaquim da Costa, residia em Piranhas e estava se deslocando para Inhapi, quando se envolveu no acidente.

Por Italotimoteo em 13/02/2024 às 08:02:00

Manoel Joaquim era pedreiro e teria chegado há pouco tempo de São Paulo.

Familiares identificaram a segunda vítima do acidente registrado na AL-220, próximo ao Assentamento Nova Esperança, no último sábado, 10, no município de Olho d"Água do Casado, no Alto Sertão de Alagoas. Trata-se de Manoel Joaquim da Costa.

Ele foi identificado após familiares procurarem a redação do italotimoteo.com.br, para solicitar a divulgação de um banner com a sua foto e a informação do desaparecimento. Como tinha uma foto do rosto, o repórter Ítalo Timóteo encaminhou a família que o reconheceu.

Segundo o familiar, Manoel Joaquim era pedreiro e teria chegado há pouco tempo de São Paulo. Ele residia em Piranhas e saiu pela madrugada informando que iria para Inhapi, onde iria passar o carnaval na casa de familiares.

O corpo deu entrada como não identificado no Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, mas os familiares disseram que ainda nesta segunda-feira, 12, iriam procurar o Instituto para realizar os procedimentos de reconhecimento.

O acidente:

Uma colisão entre um carro conduzido por uma guarda municipal, identificado como Jailson Araújo e uma moto que era conduzia pro Manoel Joaquim, foi registrado na madrugada do sábado, 10. No momento do acidente, apenas o GCM, que também é advogado foi identificado. No local, os policiais não localizaram nenhum documento que pudesse identificar a segunda vítima.

Comunicar erro
Estado 02

Comentários