Estado

Paulo Dantas pede à AGU revisão de acordo entre Braskem e Prefeitura de Maceió

Por Agência Alagoas em 05/12/2023 às 16:11:52

Lula Lopes / Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas esteve reunido com o presidente em exercício Geraldo Alckmin e com diversos ministros, nesta terça-feira (05). Ele conseguiu a garantia de apoio do Governo Federal na prestação de assistência social, saúde e financeira às vítimas da Braskem. Em coletiva, Paulo afirmou que pediu a revisão do acordo entre a Prefeitura de Maceió pela Advocacia Geral da União (AGU) por ser considerado ilegal e que lesa a população afetada pela empresa.

O presidente em exercício, Geraldo Alckmin, participou da reunião com o governador e se comprometeu a dar todo o apoio necessário para as vítimas do afundamento. "O governo federal está ao lado do povo alagoano nessa luta. O governo federal se mostrou sensível ao nosso pedido de ajuda e se comprometeu a dar todo o apoio necessário para as vítimas do afundamento", concluiu Alckmin.

Ao lado dos ministros Renan Filho (Transportes) e Wellington Dias (Desenvolvimento Social), o governador afirmou que solicitou ao presidente Alckmin que a AGU faça uma análise minuciosa do acordo entre a Prefeitura de Maceió e a Braskem. "Solicitamos essa mesa de coordenação através da AGU. Primeiro, para olhar com lupa esse acordo feito entre Prefeitura e Braskem, um acordo completamente ilegal, imoral e inconstitucional. E para que a AGU faça um encaminhamento justo para as vítimas, para que elas sejam reparadas de maneira justa", declarou Paulo. O senador Renan Calheiros e os deputados federais Rafael Brito e Paulão também estavam presentes.

Além disso, Paulo Dantas solicitou que o Ministério da Saúde, em conjunto com a Secretaria de Saúde (Sesau), encaminhassem profissionais do campo psicossocial para prestar auxílio às vítimas. "Pedimos o apoio do Governo Federal para encaminharmos profissionais do campo psicossocial para fazer todo o acompanhamento em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas", disse Dantas. "O Ministério da Saúde já entrou em contato com a Sesau para encontrar um caminho e nós levarmos esses profissionais para atender as vítimas da Braskem."

RECONSTRUÇÃO - O governador também solicitou apoio para a reconstrução das escolas que foram fechadas em decorrência do afundamento. Dantas ainda pediu auxílio financeiro para as marisqueiras e pescadores que estão sendo afetados pelo afundamento.

"Colocamos a necessidade de nós encontrarmos uma solução para as escolas que foram fechadas em decorrência desse crime, sobretudo no CEPA. Colocamos também a situação crítica que as marisqueiras e os pescadores estão vivendo. O ministro André (Pesca) já se colocou à disposição para encontrar uma solução e encaminhar um auxílio para os pescadores e as marisqueiras na ordem de mais ou menos seis mil pessoas, recebendo um auxílio de aproximadamente R$ 2 mil por pessoa. Isso vai garantir que eles tenham renda durante o processo em que as lagoas estejam sem poder navegar", disse.

Por fim, o governador solicitou apoio para o fechamento das minas da Braskem. "O fechamento das minas é muito importante, que se encontre uma solução. O presidente Alckmin determinou um estudo para analisar a possibilidade de nós utilizarmos o material das lagoas Mundaú e Manguaba", contou.

Comunicar erro
Estado 02

Comentários