Após invasão da torcida, Cruzeiro suspende venda de ingressos para o jogo contra o Vasco

O Cruzeiro suspendeu a venda de ingressos para o jogo contra o Vasco, no dia 22 de novembro, no Mineirão.

Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

O Cruzeiro suspendeu a venda de ingressos para o jogo contra o Vasco, no dia 22 de novembro, no Mineirão. As vendas do passaporte de ingressos para as últimas três partidas em casa pelo Campeonato Brasileiro (Vasco, Athletico-PR e Palmeiras) também foram adiadas. A comercialização dos bilhetes começaria na manhã desta segunda-feira, 13, foi adiada após o clube mineiro entrar na mira do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Na partida de sábado, 11, contra o Coritiba, na Vila Capanema, em Curitiba, capital paranaense. Após o Coxa abrir o placar, no fim da partida, torcedores do Cabuloso invadiram o campo e brigaram com torcedores da equipe parananense. O jogo foi paralisado pela arbitragem e, posteriormente, encerrado. Com a derrota, o Cruzeiro permanece na 17ª posição do Brasileirão, com 37 pontos, e se complicou na briga contra o rebaixamento. O clube informou que comunicará oficialmente sobre os desdobramentos quanto a comercialização de ingressos para as próximas partidas. A derrota culminou na demissão do técnico Zé Ricardo, anunciada na noite deste domingo, 12.

Leia a íntegra do comunicado do Cruzeiro:

O Cruzeiro informa que a venda do novo passaporte de ingressos, anunciado na última semana e com previsão de início nesta segunda-feira, será suspensa temporariamente. Além do passaporte de ingressos para as três últimas partidas como mandante no Campeonato Brasileiro, a venda específica de ingressos para a partida contra o Vasco da Gama, que se iniciaria também nesta segunda-feira, está igualmente suspendida. O clube comunicará oficialmente sobre os desdobramentos quanto a comercialização de ingressos para as próximas partidas“.