Estado

Ex-fuzileiro que alega ter matado Bin Laden é preso por agressão nos Estados Unidos

Robert O’Neill, um ex-fuzileiro naval que diz ter matado Osama Bin Laden, foi preso nos Estados Unidos por acusação de agressão e intoxicação pública.

Por Gustavo em 27/08/2023 às 19:31:37

Robert O’Neill, um ex-fuzileiro naval que diz ter matado Osama Bin Laden, foi preso nos Estados Unidos por acusação de agressão e intoxicação pública. O caso aconteceu na quarta-feira, 23, na cidade de Frisco, no Texas. Apesar da detenção, ele foi liberado após pagar fiança de US$ 3,5 mil (cerca de R$ 17 mil, na cotação atual). Segundo o jornal norte-americano ‘New Yo Postrk’, O’Neil vai responder criminalmente por causar lesões corporais a outra pessoa, que não foi identificada. Eles também informaram que o ex-militar foi preso após gravar um podcast num estabelecimento de charutos. O’Neill fez parte do grupo de militares americanos que localizou o terrorista durante operação no Paquistão, em maio de 2011. Apesar de nunca ter sido identificada a identidade do atiroador que matou Bin Landen, anos após o assassinato, o nome de O’Neill aparecia no site de notícias de operações especiais SOFREP como sendo o homem que antes era conhecido como ‘O Atirador’. Essa não foi a primeira vez que O’Neill se envolve em problemas. Em 2020, ele foi banido pela Delta Airlines por se recusar a seguir os protocolos para a pandemia de Covid-19, e em 2016 foi preso por dirigir bêbado em Montana. Contudo, nestes dois casos, as acusações foram retiradas.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Estado 02

Comentários