Estado

Petróleo fecha em queda com forte valorização do dólar no exterior

Por Gustavo em 02/02/2023 às 17:41:20

O barril do petróleo WTI para março fechou em baixa de 0,69%, a US$ 75,88, enquanto o do Brent para abril cedeu 0,81%, a US$ 82,17 O petróleo recuou nesta quinta-feira (2), após uma sessão volátil que acabou por ser negativa para a commodity, cuja demanda no mercado futuro foi reduzida pela alta do dólar ante importantes rivais, como o euro e a libra. A valorização da divisa americana tende a pressionar o óleo, já que o encarece a detentores de outras moedas.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do petróleo WTI para março fechou em baixa de 0,69%, a US$ 75,88, enquanto o do Brent para abril cedeu 0,81%, na Intercontinental Exchange (ICE), a US$ 82,17.

A alta do dólar hoje se dá após uma forte queda da moeda ontem, após a decisão monetário do Federal Reserve (Fed), e em reação às decisões do Banco Central Europeu (BCE) e Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), que enfraqueceram o euro e a libra, respectivamente.

O mercado olha ainda sinais sobre a produção e demanda do mercado de petróleo. Segundo o analista Norbert Rucker, do Julius Baer, é mais provável que o mercado se equilibre no futuro próximo do que tenha um novo período de escassez de oferta.

“Com a produção crescendo, as restrições políticas diminuindo e a demanda do mundo ocidental estagnada, vemos os suprimentos menos apertados no futuro. Isso aponta para preços mais baixos no longo prazo, potencialmente ajudados por uma eventual reversão do humor do mercado”, diz ele, após lembrar da forte alta do petróleo no começo do ano em meio a esperanças quanto à reabertura da economia na China.

De acordo com Rucker, a retomada chinesa perdeu influência sobre o mercado de petróleo, e por isso o rali dos preços estagnou. “Vemos o crescimento da demanda na China, mas ele deve ser bem absorvido pelos amplos estoques, aumento da produção global e suavização estrutural do uso de combustível rodoviário em partes do mundo ocidental”, completa o analista.

Andrey Rudakov/Bloomberg

Fonte: Valor Invest

Tags:   Valor
Comunicar erro
Estado 02

Comentários