Familiares denunciam transferência de pacientes cardíacos que estavam nos corredores do HGE para hospital sem referência em cardiologia

Os familiares, que preferiram não se identificar, temendo represálias, disseram que ouviram na ambulância que os corredores do HGE

Por Henrique Dias em 18/09/2022 às 17:31:23

HGE

Familiares de pacientes com problemas cardíacos procuraram a imprensa neste domingo (18) para denunciar a transferência desses pacientes, que estavam nos corredores do Hospital Geral do Estado (HGE), às pressas no final da tarde de ontem (17), para o Hospital Ib Gatto Falcão, em Rio Largo, que não possui suporte de cardiologia.

Os familiares contam que, inicialmente, a equipe do HGE informou que os pacientes seriam transferidos para o Hospital do Coração, onde teria vagas para eles, mas já dentro das ambulâncias foram informados que o destino era Rio Largo.

"Ontem à noite reclamamos da forma açodada e equivocada que essas transferências foram feitas, porque tivemos que sair praticamente correndo, recolhendo roupas e travesseiros às pressas, com a promessa de que estávamos levando nossos familiares para um local com mais estrutura na área de cardiologia. Depois ouvimos no Ib Gatto que a transferência foi para que nossos parentes pudessem esperar a vaga para cirurgia com mais conforto, mas até então, nem sabíamos da necessidade de cirurgia", relatou um dos familiares.

Os familiares, que preferiram não se identificar, temendo represálias, disseram que ouviram na ambulância que os corredores do HGE "precisavam ser limpos, pois uma comitiva do governo passaria lá para realizar filmagens".

No mesmo sábado, mais cedo, circulou nas redes sociais vídeo feito por uma acompanhante de paciente, mostrando corredores lotados no HGE, ao lado de uma edição impressa do Jornal Gazeta de Alagoas do dia 17 de setembro deste ano, comprovando a data que as imagens foram registradas.

"Não sei se a "operação limpeza dos corredores" foi feita por causa desse vídeo ou se foi feita em outras alas do hospital, mas no corredor que estávamos não ficou ninguém", completaram os denunciantes.

https://www.instagram.com/reel/CiqPmXspUAx/?igshid=MmIxOGMzMTU=


Fonte: Br104

Comunicar erro

Comentários