"Odiei todos os segundos da minha gravidez", desabafa Thaila Ayala

Por Redação em 13/09/2022 às 11:31:11

A atriz Thaila Ayala fez um relato sincero sobre sua gravidez. Além de enfrentar uma depressão, a artista desenvolveu a síndrome de HELLP, que é uma complicação considerada grave, pois ocasiona uma elevação da pressão arterial durante o período gestacional. “Tive a pior gravidez do planeta Terra, os piores meses da minha vida, eu odiei todos os segundos da minha gravidez. Eu pensava, inclusive, em não viver mais, em não seguir com a minha vida, era uma coisa que nunca tinha sentido nada parecido. [Quando] alguém virava para mim e falava ‘você está sagrada’, eu queria matar a pessoa”, contou a artista no podcast “Mil e uma Tretas”. Thaila disse que depois que conseguiu gerar uma vida dentro dela e dar à luz mesmo correndo risco de morte, ela chegou a conclusão que a mulher já se torna a melhor mãe do mundo só por conseguir gerar a criança. “É a coisa mais difícil do planeta Terra, pode não ser para muitas mulheres, mas para mim foi o maior desafio de toda a minha vida”, comentou. “A minha depressão [gestacional] veio muito da minha infância, depois de muita análise, eu descobri por que eu passei por aquilo tudo na minha gravidez.”

A artista, que é mãe de Francisco, de 9 meses, também falou sobre os desafios que enfrentou para amamentar. O menino, fruto do casamento de Thaila com o ator Renato Góes nasceu prematuro e, por recomendação médica, precisou tomar mamadeira para conseguir ganhar peso. “Ele nasceu de 33 semanas e até o quarto mês, ele não entrou na curva. Ele levou muito tempo para ganhar peso”, contou. A atriz queria muito amamentar e relatou que foi difícil aceitar que o filho precisaria de um complemento. “Quando eu dei a mamadeira, eu chorava tanto que só de falar dá vontade de chorar de novo por lembrar da sensação de não ser boa o suficiente, de não ter conseguido.” Na visão da artista, esse sentimento de culpa que a atingiu está relacionado ao fato da amamentação ser muito romantizada, dando a entender que será fácil para todas as mulheres amamentar, além de ser associado a um momento mágico e de grande conexão com o filho. A atriz, no entanto, ressaltou que a amamentação pode ser extremamente difícil para muitas mães e que isso precisa ser abordado de forma realista.

Comunicar erro

Comentários