19/01/2022 (82) 98122-3473

Esportes

Governo 01

Pacaembu terá hotel de luxo no prédio que substituirá o tobogã, já demolido

Por Adriano Santos 01/12/2021 às 07:31:38

A Allegra Pacaembu, empresa que detém a concessão do Estádio do Pacaembu, anunciou nesta terça, 30, que o edifício que será erguido no lugar do tobogã terá um hotel de luxo ocupando dois de seus andares, graças a um acordo firmado com a Universal Music Hotels, braço da gravadora homônima. De acordo com a Allegra, a intenção é que o local seja um complexo multiuso, com cafés, restaurantes, escritórios, espaços multifuncionais, um mercado gastronômico, um centro de convenções e eventos, além de instalações esportivas e de eSports. O local deve ter cinco andares e mais quatro subsolos. O hotel contará com um espaço que acomoda até 8.500 pessoas para receber apresentações musicais, eventos corporativos e outras atividades de entretenimento, e eventos ainda poderão ocorrer no gramado.

“Queremos que a Arena Pacaembu seja redescoberta como um destino na cidade, assim que seja atualizada e se transforme em um polo de experiências culturais, esportivas e de lazer. São Paulo é uma cidade musical, e é natural que a música faça parte desse projeto”, disse Eduardo Barella, CEO da Allegra Pacaembu. A Allegra assumiu a concessão do Pacaembu em janeiro de 2020 por R$ 111 milhões e a terá por 35 anos. As obras no tobogã começaram em junho de 2021 e a demolição foi concluída em outubro; a construção do novo edifício está previstas para durar até novembro de 2023, com cerca de R$ 400 milhões de investimento. A capacidade do estádio será diminuída, e uma preocupação é que o preço do ingresso aumente – embora Barella garanta que o público de menor poder aquisitivo ainda poderá ir a jogos ou eventos no local.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Comentários