11/06/2021 (82) 98122-3473

Famosos

Emicida pede justiça após Kathlen Romeu morrer ao ser atingida por bala perdida

Por Redação 09/06/2021 às 10:50:47

O cantor Emicida se posicionou nas redes sociais após a morte de Kathlen de Oliveira Romeu, que estava grávida e foi atingida por uma bala perdida no Complexo de Lins, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O disparo, conforme foi relatado por moradores da região, aconteceu durante uma ação da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMERJ) na terça-feira, 8. “Esse lugar precisa de muito para um dia sonhar em ser um país”, escreveu o rapper ao compartilhar uma imagem publicada pela Coalizão Negra Por Direitos pedindo justiça por Kathlen. Além do seu posicionamento, o artista também foi parar nos assuntos mais comentado do Twitter nesta quarta-feira, 9, por causa de um discurso feito durante o programa “Papo de Segunda”, do GNT, na última segunda-feira, 7. Emicida comentava que antes da pandemia houve muitas oportunidades para quem tem dinheiro ajudar as pessoas mais necessitadas e explicou porque não gosta de classificar os ricos como a elite da sociedade: “A origem da palavra elite é o que uma categoria tem de melhor e, ao se referir as pessoas que tem dinheiro como a elite da categoria humana, parece que a pirâmide da humanidade é definida pelo acúmulo. Acho que a palavra certa para isso é burguesia, porque a diferença dessas pessoas para as outras é o dinheiro”, afirmou.

O rapper continuou dizendo que quando faz uma crítica a esse tipo de sistema ele ouve que conseguiu se tornar bem-sucedido na música. “A imagem que vem na minha cabeça é a seguinte: imagina que você está em um penhasco contemplando uma imagem maravilhosa e vem alguém e empurra você desse penhasco, aí você se lasca todo, quebra um braço, se enrosca, agarra num cipó e consegue escapar depois de muito tempo com a perna quebrada, todo escalavrado. Você bateu a cabeça, perdeu a memória, várias desgraças, mas você consegue colocar a mão no penhasco de novo e a pessoa que te empurrou vai e fala: "Fiz isso aí para te mostrar seu potencial". Essa gratidão que as pessoas tentam impor para pessoas como eu… não houve um protocolo que eu assinasse e dissesse que eu escolho esse sistema econômico. Eu nasci dentro dele e tive que debruçar nele. Infelizmente, para cada Emicida que chega até aqui, quantos vão para a vala?”, questionou o cantor. O posicionamento do artista está sendo elogiado e tem alguns seguidores que estão compartilhando o vídeo viral ao pedir justiça por Kathlen. Veja a repercussão:

Comunicar erro
Comentários