22/09/2021 (82) 98122-3473

Educação

Moradores de Jequiá da Praia e Roteiro comemoram a chegada das primeiras escolas estaduais

Por Assessoria 30/04/2021 às 14:50:10

Thiago Athaíde

Após décadas de espera, os moradores de Roteiro e Jequiá da Praia, municípios do Litoral Sul alagoano, comemoram a notícia de que terão suas primeiras escolas da rede pública estadual. As novas unidades acabarão com um problema antigo de jovens e adultos da região, que passaram décadas se deslocando a municípios vizinhos, em condições difíceis, para concluir o ensino médio, e, mais recentemente, o ensino noturno.

Com um investimento na ordem de quase R$8 milhões garantidos a partir das ordens de serviço assinadas pelo governador Renan Filho, as escolas garantirão independência e ampliação da oferta de ensino médio de qualidade para jovens e adultos.

Em Jequiá, as obras já tiveram início, enquanto, em Roteiro, a ordem de serviço já foi assinada, com a construção começando em breve. As duas unidades seguirão o padrão das novas escolas em construção pelo governo por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc): 12 salas de aula, auditório, biblioteca, sala de informática, de grêmio e dos professores; além de laboratórios, diretoria, coordenação, secretaria, refeitório, cozinha, banheiros, quadra coberta e campo society. Cada uma com capacidade para atender cerca de 800 alunos.

População comemora - Localizada no conjunto Três Irmãos, na parte alta de Jequiá da Praia, numa área em plena expansão, a nova escola estadual já traz esperança e enche de sonhos os moradores, dentre eles, dona Edna das Dores Silva dos Santos, aluna da EJA.

"Ter uma escola aqui é muito bom para a gente, porque, para estudar, a gente precisava descer, dependia de transporte e, às vezes, tinha que se locomover debaixo de chuva e descendo ladeira. E tudo isso à noite. Aqui tem muitos alunos, na comunidade temos muitas crianças, que, se perdessem o transporte, teriam que ir à escola a pé. Então vai ser muito importante mesmo", garante dona Edna.

Outra que renovou os ânimos foi Maria Raquel da Silva. Ela parou os estudos no 8º ano do ensino fundamental para assumir casa, família, filhos. Mas a nova escola reacende a sua esperança e a de toda a família.

"Estou muito alegre, vai ser muito importante para nós e nossas crianças. Nossa cidade há muito tempo espera por algo assim, nunca tivemos a oportunidade de ter um colégio desses, com a estrutura que ele vai ter. Estamos muito alegres, veremos nossos filhos crescerem e se formarem no ensino médio em um colégio perto de casa. É um privilégio e só temos a agradecer", destaca.

Roteiro – Em Roteiro, o clima também é festivo e as boas expectativas com a chegada de uma escola de ensino médio fizeram os moradores relembrarem as dificuldades superadas e olharem o futuro sob um novo olhar. É o caso do Kennedy Tenório, ex-aluno da extensão da Escola Tarcísio Soares Palmeira quando esta ainda funcionava em São Miguel dos Campos.

"Fiz o ensino médio na década de 90, quando a gente tinha um transporte disponibilizado pela prefeitura e, no caminho até São Miguel dos Campos, passávamos por uma estrada de barro. Saíamos de casa às 17h e retornávamos meia-noite ou uma hora da madrugada e nossos pais ficavam muito preocupados. Quando a extensão veio para Roteiro, já facilitou bastante e os pais ficaram um pouco mais tranquilos. Hoje, no século XXI, receber essa escola é uma maravilha para a população roteirense. Agradeço a Deus, primeiramente, e ao Governo de Alagoas por esse investimento", recorda Kennedy, hoje secretário escolar e pai da aluna da 1ª série do ensino médio, Kemmely Gitely Tenório.

Destacando as angústias dos pais da sua época de estudante, ele comemora o novo momento. "O município cresceu, teremos uma escola com uma estrutura completa. Era um sonho de nossos pais e, agora, nosso. Temos muitos profissionais aqui graduados que passaram por essa trajetória de ter que estudar em São Miguel dos Campos e que hoje são advogados, assistentes sociais, psicólogos, professores, educadores físicos. Depois de muito tempo, o município de Roteiro, que era pequenininho e hoje cresce, vai ganhar uma escola de ensino médio e veremos nossos filhos estudarem perto da gente. A população só tem a ganhar com isso", celebra.

Para a estudante Ilary Maria dos Santos, aluna da 3ª série do ensino médio da extensão, a torcida fica para quem virá. "Já que não tive essa oportunidade, pois concluo esse ano, eu quero que os outros alunos tenham. Vai ser importante. Roteiro estava precisando de uma escola estadual", diz.

Comunicar erro
Comentários