13/09/2020 às 15h47min - Atualizada em 13/09/2020 às 15h47min

Policial da reserva que atirou contra crianças diz que foi uma fatalidade

Redação
Um dos menores alvejado pelo policial da reserva
Alegando que foi uma fatalidade, o policial militar da reserva Jorge Vieira Ramos, 56, afirmou que agiu errado ao atirar, supostamente a esmo, atingindo três crianças.

O fato foi registrado na noite da quinta-feira (10), em um dos trechos da Rua Divaldo Suruagy, na cidade de Senador Rui Palmeira, Sertão de Alagoas.

Em entrevista ao site ALAGOASNANET o militar disse que naquela noite havia sido atacado por dois homens e que um deles teria atirado. Por ser uma rua escura – ainda conforme versão do militar – sacou de sua arma e deflagrou os tiros alvejando dois irmãos, um de 10 e outro de 11 anos – e um amigo deles, um garoto de 14 anos. Todos brincavam na porta da casa do menino de 14.

SAIBA MAIS   Suposto policial da reserva atira em crianças em via pública

A versão do policial da reserva vai de encontro aos relatos das crianças e de algumas testemunhas que afirmam que Jorge Vieira estava visivelmente embriagado e que naquela noite ele dirigia um carro, que após passar pelo local onde os meninos brincavam, deu ré e ao descer do veículo já começou a atirar, fugindo em alta velocidade.

Jorge Vieira afirmou ainda em sua entrevista que está semana irá se apresentar a Polícia Civil (PC), quando deverá apresentar a mesma versão.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »