Ninguém tem que se preocupar em assumir o papel do Neymar, diz Diniz

Um dia antes do jogo da Seleção Brasileira contra a Colômbia, o técnico Fernando Diniz afirmou nesta quarta-feira, 15, que não há necessidade de substituir Neymar.

Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Um dia antes do jogo da Seleção Brasileira contra a Colômbia, o técnico Fernando Diniz afirmou nesta quarta-feira, 15, que não há necessidade de substituir Neymar. O atacante se recupera de uma lesão e deverá ficar afastado dos campos pelo menos seis meses. De acordo com Diniz, o time não precisa de um único protagonista. “A gente tem uma geração extremamente talentosa, que surgiu há dois anos mais ou menos. Muitos podem assumir esse protagonismo. Mas é importante que a gente não coloque esse peso. Os jogadores têm que se sentir leves e fazer o seu melhor. São destaques pelo mundo, Raphinha no Barcelona, Rodrygo e Vini Jr no Real Madrid, Gabriel Martinelli e Gabriel Jesus no Arsenal. De maneira natural vão assumir o protagonismo. Ninguém tem que se preocupar em assumir o papel do Neymar”, declarou.

A Seleção Brasileira enfrenta a Colômbia, em Barranquilla, na quinta-feira, 16, às 21h, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. Depois, o compromisso é contra a Argentina, dia 21, uma terça, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. O Brasil é o 3º colocado na classificação, com sete pontos. Na última Data Fifa, o Brasil empatou em 1 a 1 com a Venezuela e foi derrotado por 2 a 0 para o Uruguai. A América do Sul oferece seis vagas diretas para a Copa do Mundo que será disputada na América do Norte (EUA, Canadá e México). O sétimo colocado se classifica para a repescagem.