Estado

Funcionário usa retroescavadeira de prefeitura no interior para ocultar cadáver; veja vídeo

Por Emergência190 com Ascom PC em 21/09/2023 às 14:58:02

Policia disse que o funcionário confesou o crime e mostrou onde enterrou o corpo | Foto: Cortesia / Ascom PC

Um funcionário da Prefeitura de Santa Luzia do Norte, no interior de Alagoas, foi preso em flagrante nessa quarta-feira (20), suspeito de enterrar um corpo usando uma retroescavadeira que pertence à frota da gestão municipal. Ele foi indiciado pelo crime de ocultação de cadáver no caso da morte de Adeximo Correia da Silva, que estava desaparecido desde o dia 18 de agosto deste ano. O corpo de Adeximo estava enterrado em um canavial nas terras da Fazenda São José, na Zona Rural do município.

De acordo com a Polícia Civil (PC), o funcionário foi preso em flagrante e confessou ter enterrado Adeximo com uma máquina retroescavadeira da prefeitura, onde trabalha há sete meses. "A polícia apurou que no dia do crime, Adeximo que residia em Coqueiro Seco, foi a uma festa em Santa Luzia do Norte e resolveu retornar a pé para casa. Ele era envolvido com drogas e no meio do caminho foi pego por traficantes e submetido ao chamado 'tribunal do crime' e executado", informou a PC.

O funcionário municipal, segundo a polícia, confessou ter sido chamado pelos traficantes para enterrar o corpo da vítima. "Como é usuário de drogas e temendo represália, obedeceu às ordens e enterrou o cadáver. Ele mesmo indicou para a polícia onde o corpo estava", detalhou a PC.

O homem também será também indiciado pelo crime de peculato por usar um bem público, a retroescavadeira, para proveito próprio ou de outro. O caso está sendo comandado pelo delegado Valdeks Pereira, do 15º Distrito Policial (15º DP), que segue com diligências para prender os executores de Adeximo Correia da Silva.

Procurada, a Prefeitura de Santa Luzia do Norte informou que o homem é um prestador de serviço e que ele será desligado. "Diante desse fato isolado, a Prefeitura declara que jamais compactua com algo deste tipo. Todas as medidas serão tomadas a respeito desta pessoa que não é funcionária da prefeitura e sim da cooperativa que presta serviço para prefeitura de Santa Luzia do Norte, inclusive sua exoneração", trouxe a nota.

Comunicar erro
Estado 02

Comentários