Governo 01

Governo federal afirma que Belém foi escolhida como sede da COP30

Capital do Estado do Pará, Belém foi confirmada como sede da COP30, a edição de 2025 da conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre meio ambiente, segundo o governo brasileiro.

Por Redação em 26/05/2023 às 15:41:36

Capital do Estado do Pará, Belém foi confirmada como sede da COP30, a edição de 2025 da conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre meio ambiente, segundo o governo brasileiro. O anúncio foi feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que gravou um vídeo junto com o governador paraense Helder Barbalho (MDB) e ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira. A definição pela sede do maior evento global sobre meio ambiente ocorre num momento em que o governo debate uma medida provisória do Executivo alterada no Congresso Nacional, que modificou finalidades administrativas e operacionais dos ministérios do Meio Ambiente (MMA) e dos Povos Indígenas (MPI).

Em novembro do ano passado, antes de tomar posse, o petista foi à COP 27, no Egito, e defendeu a candidatura brasileira. No vídeo publicado nesta sexta-feira, 26, nas redes sociais, o presidente diz que o interesse internacional na floresta e na sua preservação foi fator-chave para a escolha e que a conferência na Amazônia deverá representar um grande evento. “Eu já participei de COP no Egito, em Paris, em Copenhague e o pessoal só fala da Amazônia, só fala da Amazônia. E eu dizia assim: ‘Por que, então, não fazer a COP em um Estado da Amazônia para vocês conhecerem o que é a Amazônia? Verem o que são os rios da Amazônia, as florestas da Amazônia, a fauna da Amazônia”, disse o presidente, destacando que a edição brasileira será “a melhor COP que já aconteceu no mundo”.

A ONU aprovou no último dia 18 de maio a realização da COP em Belém em novembro de 2025. “Será a primeira vez que teremos uma reunião desta magnitude sobre mudança de clima no Brasil e na cidade de Belém”, enfatizou Vieira. “Aumenta nossa responsabilidade de mostrar que o Brasil está preparado, e a responsabilidade da agenda ambiental conciliando os amazônidas de nossa região e o respeito ao meio ambiente”, acrescentou Barbalho.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro

Coment√°rios