Estado

Copa do Nordeste: CSA se supera, domina e vence o Vitória no Estádio Rei Pelé

Por Cadaminuto em 06/02/2023 às 06:30:42

CSA vence o Vitória no Rei Pelé

O CSA conseguiu um respiro na crise que tem vivido neste início de ano, dentro e fora de campo. Na tarde deste domingo (05), o time marujo recebeu o Vitória no Rei Pelé, pela segunda rodada da Copa do Nordeste, dominou o adversário e venceu por 3 a 1.

A vitória levou o CSA aos 4 pontos, assumindo a liderança do Grupo B da competição regional. O CSA volta às atenções para o Campeonato Alagoano, quando enfrenta o Cruzeiro no Rei Pelé. Pela Copa do Nordeste, o "Azulão" volta a campo no dia 14, novamente em casa, diante do Ferroviário.

O JOGO

A torcida pequena no Estádio Rei Pelé compareceu para incentivar o time que enfrenta uma crise dentro e fora de campo. O "empurrão" ajudou e muito, para o CSA abrir o placar logo aos 4 minutos de jogo.

Em jogada pela direita, Geoavane invadiu a área e foi derrubado na área. O árbitro não titubeou para assinalar a penalidade. O lateral Pará foi para a cobrança, deslocou o goleiro Lucas Arcanjo e abriu o placar.

Empolgado, não demorou muito para o time da casa ampliar. Aos 12 minutos, cobrança de escanteio , Robinho se antecipou e desviou de cabeça, em cima do goleiro rubro-negro, que entrou no gol com bola e tudo. CSA 2 a 0.

O time do Vitória tinha jogadores conhecidos no futebol alagoano. Osvaldo ex-CSA e Diego Torres e Léo Gamalho, ex-CRB. O centroavante por sinal, foi quem diminuiu o placar aos 17 minutos. Cobrança de escanteio e Gamalho subiu mais que a defesa azulina, para testar forte e diminuir o marcador.

Antes do final da primeira etapa, Nicolás Dibble parecia cruzar, mas mandou no travessão, assustando o time e a torcida maruja. Final do primeiro tempo com vitória parcial do CSA por 2 a 1.

Na volta para a segunda etapa, o primeiro movimento de destaque foi uma expulsão. O zagueiro Dankler do vitória já tinha amarelo, fez falta dura em Robinho e acabou expulso de campo.

Com um jogador a mais, o CSA administrava o resultado, mas também arriscava. Aos 24 minutos a equipe azulina chegou ao terceiro. Ewerton Silva fez grande jogada, cruzou a meia altura, o goleiro do Vitoria não segurou e Rodriguinho ampliou. 3 a 1.

A festa da torcida azulina seguiu, com o time fazendo o dever de casa, administrando o resultado e garantindo uma importante vitória no Estádio Rei Pelé.

Comunicar erro
Estado 02

Comentários