12/07/2020 às 19h09min - Atualizada em 12/07/2020 às 19h09min

Homem de 30 anos morre após participar de festa da Covid: “Cometi um erro”

Exame

Um homem de 30 anos que acreditava que o novo coronavírus fosse uma enganação participou de uma “festa da covid” e morreu depois de ter sido infectado pelo vírus, de acordo com informações de um hospital no Texas, nos Estados Unidos.

O paciente participou de uma festa com uma pessoa infectada, a fim de testar se o coronavírus é real, afirmou a médica Jane Appleby, chefe do corpo médico do hospital Metodista de San Antonio, onde o homem morreu.

O objetivo dessas festas é testar se o vírus realmente existe ou expor as pessoas ao vírus de forma intencional para que elas adquiram imunidade.
Segundo a médica, o paciente contou à sua enfermeira sobre a participação em uma dessas festas. Pouco antes de morrer, ele disse à enfermeira: “Acho que cometi um erro. Pensei que fosse enganação, mas não é”.
A médica, que fez um depoimento sobre o tema, disse que decidiu tornar o caso público para avisar a população, em especial no Texas, onde o número de casos de covid-19 tem aumentado. O nome do paciente não foi revelado.
Segundo a ABC News, Appleby afirmou que o hospital onde trabalha tem visto mais casos de coronavírus em pessoas entre 20 e 30 anos e apela para que a população fique em casa e use máscara.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »