20/05/2022 (82) 98122-3473

Brasil

Governo 01

Justiça do Rio de Janeiro determina prisão e extradição do "Rei Arthur"

Por Redação 13/05/2022 às 08:57:52

A Justiça do Rio de Janeiro pediu nesta quinta-feira, 13, a extradição do empresário Arthur Soares Filho, conhecido como rei Arthur, que está nos Estados Unidos. O pedido foi feito após a justiça decidir pela prisão do empresário nas últimas horas no âmbito de investigações sobre corrupção e lavagem de dinheiro. Atualmente, o rei Arthur já está preso administrativamente nos EUA, onde foi condenado por ter financiado US$ 2 milhões para suposta compra de votos para a cidade do Rio de Janeiro sediar os jogos olímpicos de 2016. De acordo com a denúncia do Ministério Público, o rei Arthur é acusado de pagar propina ao delegado Angelo Ribeiro, da Polícia Civil do Rio, em troca de proteção em inquéritos tributários da delegacia fazendária na época em que essa delegacia era comandada por ele.

Segundo o MP, o empresário transferiu em agosto de 2014 cerca de R$ 2 milhões para o delegado e a esposa dele, para que ambos comprassem uma franquia de um restaurante conhecido no bairro de Ipanema, na zona sul da capital fluminense. A propina deveria proteger as empresas do rei Arthur da fiscalização da Fazenda. O delegado esteve lotado nesta delegacia entre 2008 e 2015. Ainda segundo o MP, há fortes indícios de enriquecimento ilícito e mudança de padrão do delegado Angelo Ribeiro. Depois de trabalhar na delegacia fazendária, ele foi cedido à Assembleia Legislativa do Estado. A partir da denúncia do MP, a justiça fluminense determinou a prisão de rei Arthur por corrupção e lavagem de dinheiro e está demandando à Interpol a extradição dele para o Brasil. O poder Judiciário solicita também o afastamento do delegado Angelo da polícia civil e dos quadros da Assembleia Legislativa.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Comentários