25/06/2020 às 15h08min - Atualizada em 25/06/2020 às 15h08min

Erro nos dados do boletim epidemiologico deixam duvida nos numeros de infectados em Delmiro Gouveia

Numeros de contaminados no municipio passam a ser duvidosos

Adriano Santos
Redação
Nos últimos dias os boletins epidemiológicos divulgados com os números de contaminados do novo coronavírus no município de Delmiro Gouveia vem chamando atenção da população com dados totalmente errados. 

Recentemente foram averiguados 3 erros grotescos e foram questionados pela nossa redação que tentou entrar em contato com o secretário de saúde do município mais não obteve êxito.

Primeiro Erro – No Bairro Cohab Velha até o presente momento houve apenas um caso registrado que levou a pessoa em Óbito, foi o caso do Feirante Djalma bastante conhecido no município. No boletim consta caso recuperado como mostra a imagem abaixo

Confiram as Imagens. 



Segundo Erro – No Povoado Lagoinha foi divulgado no boletim epidemiológico da última quinta-feira dia 18/06 o primeiro caso


No 21/06 último Domingo, apenas 3 dias após a confirmação do primeiro caso no povoado lagoinha, o boletim epidemiológico é divulgado com o caso recuperado.


Terceiro Erro: Foi no povoado salgado onde dia 10/06 foi divulgado o primeiro caso no Povoado Salgado. Dias depois no dia deste corrente mês foi divulgado um novo boletim onde acrescentou mais um caso, se tornando 2 casos confirmados no povoado. Já no boletim do último domingo dia 21/09 em menos de 14 dias que é o período mínimo exigido que o contaminado permaneça de quarentena, foi divulgado um boletim epidemiológico do dia 21/09 último domingo onde constavam que os dois casos teriam sido recuperados.

Boletim do dia 10/06 dia em que foi divulgado o primeiro caso no povoado salgado.


Boletim Epidemiológico do dia 19/06 data em que foi divulgado o segundo caso no povoado salgado.

Boletim do último domingo onde divulga que o caso se encontrava recuperados.


Resta saber agora qual o objetivo da alteração nos dados de pessoas recuperadas no boletim epidemiológico, já que a alteração nas informações repassadas se caracteriza crime pela 
Lei de Acesso à Informação nos termos do art. 32, da Lei nº 12.527/2011, constituem condutas ilícitas: I – recusar-se a fornecer informação requerida nos termos desta Lei, retardar deliberadamente o seu fornecimento ou fornecê-la intencionalmente de forma incorrera, incompleta ou imprecisa;

CONSIDERANDO que a prática das condutas descritas no art. 32 da Lei 12.527/2011, poderá caracterizar ato de improbidade administrativa por parte do agente público ou militar, como estabelece o § 2º, do citado artigo (art. 11 da Lei 8.429/92).

A pratica vem sendo repercutida nos meios de comunicação e a população de Delmiro Gouveia quer saber qual o objetivo da alteração dos dados no boletim epidemiológico e por que a falta de acompanhamento por parte da Secretaria Municipal de Saúde de Delmiro Gouveia para com os infectados acometidos de covid-19 em nosso município  

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »