24/06/2020 às 18h40min - Atualizada em 24/06/2020 às 18h40min

Arquidiocese de Maceió divulga nota de pesar pelo falecimento do Diácono José Maria da Silva

Assessoria

A Arquidiocese de Maceió comunica com pesar, mas confiante na ressurreição, o falecimento do diácono permanente José Maria da Silva, nesta quarta-feira, 24 de junho.

Segundo informações de familiares, o diácono José Maria havia descoberto a enfermidade do câncer recentemente e iniciaria tratamento. Mas no dia 21 de maio foi hospitalizado no Hospital Arthur Ramos e, dias depois, transferido para a unidade hospitalar Medradius para o tratamento da enfermidade.

O quadro clínico se agravou e ele veio a falecer às 5h, na manhã desta quarta-feira (24).

Devido à pandemia do novo coronavírus e as orientações médicas sanitárias, o sepultamento terá a apenas a presença da família e clérigos.

O sepultamento aconteceu no Cemitério Piedade, no bairro Prado, na tarde desta quarta-feira (24).

José Maria da Silva, 75 anos, ordenado diácono permanente por Dom Edvaldo Gonçalves Amaral, em 01 de abril de 1990, era casado com Maria do Carmo Lira da Silva, pai de 02 filhas e avô de 03 netos. Ele exerceu, por anos, o seu ministério diaconal na Paróquia Divino Espírito Santo e, atualmente, estava auxiliando o padre José Aloisio na paróquia São Lucas, também em Maceió.

O Arcebispo Metropolitano de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandes, se solidariza e envia suas condolências à família, os diáconos permanentes e aos fiéis da Paróquia São Lucas, no residencial Stella Maris, em Maceió, onde ele exercia seu ministério.

A Arquidiocese de Maceió roga ao Bom Deus o descanso e felicidade eterna para o querido diácono José Maria da Silva e pede que Nossa Senhora dos Prazeres o acolha na morada eterna.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »