06/12/2021 (82) 98122-3473

Economia

Juros futuros têm nova disparada com teto de gastos em xeque

Por Henrique Dias 21/10/2021 às 16:39:19
Em meio às discussões sobre o Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família, agentes de mercado seguiram bastante aflitos com os questionamentos crescentes ao teto de gasto Em novo pregão de estresse dos ativos locais, os juros futuros perderam os parâmetros e voltaram a saltar, alcançando até cerca de 80 pontos-base (0,80 ponto percentual) de alta contra o ajuste anterior nas máximas do dia.

Em meio às discussões sobre o Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família, agentes de mercado seguiram bastante aflitos com os questionamentos crescentes ao teto de gastos, dada a perspectiva de acomodação de mais despesas públicas extra teto.

No fim da sessão regular, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2022 subia de 7,66% no ajuste anterior para 7,91% e a do DI para janeiro de 2023 saltava de 9,91% para 10,56%.

Em vencimentos mais longos, o juro do DI para janeiro de 2025 disparava de 10,90% para 11,51% e o do DI para janeiro de 2027 se impulsionava de 11,27% para 11,82%.

Fonte: Valor Invest

Comunicar erro
Comentários